Header Ads

A música do coração


Eu adoro poesia, sei que algumas pessoas pensam que poetas são pessoas que desaguam suas
frustrações e decepções ou coisas que queriam realizar e não conseguiram...
Não não é bem assim; eu diria que a poesia é uma forma de expressão divina,a poesia é a música da alma e do coração e como diria Cecilia Meireles a poesia é música.
A música que plasma o momento e o instante, " Eu canto porque o instante existe e a minha vida está completa,não sou alegre nem sou triste sou poeta"
O poeta não é aquele que é alegre ou triste, que carrega gozo ou tormento, mas que na sua poesia revela o instante,deixa a emoção rolar como uma música e fala das coisas profundas da vida.
A Cecilia Meireles é minha autora predileta, nenhum outro autor meche tanto com minha emoção e sensibilidade,há muitos outros poetas que admiro,mas ela é minha inspiração.


No seu livro A arte de ser feliz ela fala : "houve um tempo que minha janela abria-se sobre uma cidade que parecia feita de giz" suas frases são carregadas de simbolismo e desperta em nós visões como de um sonho.
Desperta em nós algo que não compreendemos eu diria um pouco da nossa essência,somos colocados diante de um grande espelho e vemos a nossa face.

"Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo.
Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração que nem se mostra.
Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
Em que espelho ficou perdida a minha face?"

                                        Cecília Meireles

Nenhum comentário