Header Ads

A arte é uma livre expressão

Quando o artista se expressa bem, adquire uma personalidade que domina.
O Rembrandt do final já nao é bonito, é naõ é para que todo o mundo se entretenha pelos belos detalhes, mas é sim uma pintura de força, de uma grande expressividade de cor, de um tratamento de um pincel solto, liberado e até diríamos inábil.




Uma espécie de inabilidade que é muito atrativa. veja, por exemplo, os últimos auto-retratos de Rembrandt, se colocados ao lado dos primeiros parecem muito menos "bem feitos", menos cuidados, mais são muito mais fortes, muito mais expressivos.



Pintar sobre parede é algo muito bom,você tem toda dimensão para se trabalhar e no final tem aquela perspectiva de como se a pintura fosse uma parte real do espaço,como se estivesse em um ambiente real,principalmente se tratando de paisagem

Nao é lançar fora a técnica, senão dominar a técnica para não ser escravo de uma coisa que atraia apenas por ser bem feita. não quer dizer que tenha que fazer mal propositalmente.



Há muitos pintores jovens que iniciam admirando um artista e terminam no final, dizendo, se Rembrandt pintava desordenado , eu vou pintar desordenado porque é o bom,Isto é um engano.


O desordenado vem de um processo muito amplo de trabalho, o qual, no final, implica em uma desordem, sim mas, uma desordem temperamental, Não a desordem das coisas mal feitas e sim das coisas fortes.

Nenhum comentário